13 de setembro de 2017

CPI



A Câmara dos Deputados acaba de instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar os fatos do affaire JBS/Joesley Baptista. É lamentável!

O assunto é, de fato, de transcendental importância para o País, mas é questão de polícia e como tal está sendo tratada, com a eficiência que, aliás, não era frequente no passado. Por que razão o Congresso Nacional deve bisar a ação que está sendo convenientemente trabalhada?

O mesmo Congresso que não dispõe de tempo suficiente para tratar temas que são de sua exclusiva competência, o mesmo Congresso que não conclui a matéria da Previdência Social, da qual depende o futuro do País, está pronto a esbanjar suas longas semanas de dois dias para apurar o que está sendo apurado pelo órgão competente. O custo hora de nosso Parlamento é excessivamente elevado e nada justifica ocupá-lo com o que já está sendo cuidado satisfatoriamente.

Qual o objetivo? Será porque há parlamentares envolvidos no problema? Terão os senhores parlamentares a intenção de antecipar a proteção de seus colegas em nome do corporativismo?

Precisamos que o Parlamento se ocupe com as deficiências da legislação brasileira, o que só ele pode fazer.

0 comentários:

Postar um comentário

Informe o seu e-mail:

By FeedBurner

Posts mais populares